5 coisas a fazer quando nos sentimos sobrecarregados | 5 things to do when we feel overwhelmed

5 coisas a fazer quando nos sentimos sobrecarregados | 5 things to do when we feel overwhelmed

Olá internet! Bem este post não podia ver mais a calhar. No momento em que vos escrevo são exactamente 19:47 da tarde (noite?) e a minha lista de afazeres de trabalho ainda não estão acabada e eu estou a gritar em pânico por dentro. Estão como eu? Então este post é para vocês (e para mim).

Hi internet! Well this post couldn’t have come in a better time. At this exact moment I write you, it is exactly 19:47 in the afternoon (night?) and my work to do list is still on going and I’m screaming in a panic inside. Are you like me? The this is the post for you (and me too).

 

Desde que comecei este novo trabalho que os meus horários mudaram radicalmente. E como a mudança é sempre fácil para mim (cough cough), ainda tenho dificuldade em adaptar-me. Às vezes sinto que tudo à minha volta anda a 200 km/h e eu nunca consigo acompanhar. Quando isso acontece, há sempre coisas que faço e que me ajudam um bocadinho a pelo menos não me sentir tão, tão sobrecarregada. Aqui vão 6 coisas que me ajudam quando me sinto sobrecarregada. Vamos lá?

Since I started this new job that my schedule has changed drastically. And since change is always so easy for me (cough cough), I’m still having trouble adjusting. Sometimes I feel like everything around me is going at 200 km/h and I can never keep up. When that happens, there are always things I do that make things a little easier and make me at least not feel so overwhelmed. So here are 6 things to do when you feel overwhelmed. Let’s start?

 

Prioriza as tuas tarefas | Prioritise your to do list

 

Isto é a primeira coisa que faço quando sinto que mordi mais do que consigo comer. Primeiro faço uma lista de todas as coisas que tenho para fazer, até as mais insignificantes. Nestas alturas em que parece que nem tenho tempo de respirar, a lista acaba por ser uma página inteira (às vezes duas…oops). Mas aí é que a magia acontece. Depois de despejar tudo para o papel, tento dar prioridade aquilo que é mais importante e urgente. E é estas duas palavras que uso para organizar as tarefas. É importante? É urgente? E normalmente consigo perceber o que preciso mesmo de fazer primeiro e o que pode ser deixado para o dia/semana a seguir.

This is the first thing I do when I feel like I bit more than I can chew. First I do a list of all the things I have to do, even the most insignificant things. When i feel like this, the list ends up being one page (sometimes two…oops) long. But that’s where the magic happens. After I dump everything on paper, I try to prioritise what is important and urgent. And I use these two words to do it. What is important? What is urgent? And I usually can figure out what needs to be done first and what can be delegated to the next day/week.

 

Faz uma tarefa de cada vez | Work in singletask

É nestes momentos que sinto que tenho 1000 coisas que precisam de ser feitas para ontem. E é precisamente nestes momentos em que me obrigo e tento relembrar-me de fazer uma coisa de cada vez. Sempre acreditei que o famoso e adorado multitasking só prejudica a produtividade e sempre senti que para fazer algo bem, teria de me concentrar nessa tarefa completamente. Mas nestes momentos claro que é mais difícil. Mesmo assim, tento fazer uma coisa de cada vez. Mesmo que não consiga terminar a tarefa num dia, e mesmo que tenha de fazer outras coisas da minha lista, tento dedicar tempo a essas tarefas uma de cada vez. Por exemplo, se tenho 4 tarefas importantes para aquele dia (quem é que estou a enganar, normalmente são 10) então tento dedicar uma hora, duas o que for, a cada uma.

In the moments like these, I feel like I have 1000 things on my to do list to get done yesterday. And it’s precisely in these moments that I make myself and remind myself to singletask. I’ve always been a firm believer that the famous and beloved multitasking only harms productivity and always felt that to do something right you need to have your full focus with you. But in these moments it’s harder not to fall into it. Still I try my hardest to singletask. Even if I can’t finish said task in a day, and have to pay attention to other things, I try to focus on one thing at a time. For example, if I have 4 things that I have to finish that day (who am I kidding it’s more like 10) then I try to devote an hour or two to each.

 

 

Respira | Breathe

 

 

Como sabem sou super fã de meditação. Mas o que recentemente me deixou boquiaberta foi que nos momentos mais ansiosos ou sobrecarregados, havia um tipo de respiração que devia fazer e não fazia. Recentemente, a minha psicóloga (abençoada Dra. Tatiana) ensinou-me uma técnica tão simples mas tão mind-blowing ao mesmo tempo. A técnica de respiração 7-11. A ideia é inspirarmos até 7, contando, fazer uma pequena pausa, e expirarmos até 11, contando de novo. A ideia é promover uma respiração mais profunda, com o nosso diafragma e faz toda a diferença. Ela explicou todos os detalhes tão bem e não há maneira de eu reproduzir, só posso dizer-vos que me faz sentir muito mais focada depois. Vale mesmo a pena tentar. E se pensarmos bem, um minuto a respirar assim não é nada do nosso tempo.

As you know I’m a meditation advocate. But what recently blew my minf was that in my most anxious and overwhelmed moments, there was a kind of breathing I wasn’t doing and should. Recently my therapist (bless you Dra.Tatiana) taught me a breathing technique that is so simple but so mind blowing at the same time. It’s the 7-11 breathing technique. The idea is to breath in for 7, counting, pause, and then breathe out for 11, counting again. The idea is to promote a deeper breath and it makes all the difference. She explained in detail why it matters and there’s no way I can reproduce, all I can tell you is it makes me feel much more focused. It’s really worth a shot. And if we think about it one minute of our day is so little.

 

Descansa | Rest up

A última coisa que penso nestas alturas é em descansar. E já sei o que estão a pensar….num post onde falamos de ter uma lista infindável de coisas para fazer, como é que podemos pensar em descansar. E também já sei que quando disser que descansar nos faz bem e é essencial, se são como eu, vão revirar os olhos. Mas…não deixa de ser verdade. Para sermos produtivos precisamos de dormir, porque é assim que o nosso cérebro se reorganiza. Por isso, descansem descansem descansem.

The last thing I think about when I’m feeling like this is rest. And I know what you’re thinking…in a post about overwhelm and having an infinite to do list, how can we ever think about rest. And I know what you’re thinking next too, when I say rest is essencial and good for you, if you’re anything like me, you’ll roll your eyes at me. But…it’s still true. In order to be productive, we need our sleep, because that’s when our brain reorganizes. So, rest rest rest.

 

Percebe quando és mais produtivo | Know your productive sweet spot

Todos temos um horário onde trabalhamos melhor, estamos mais atentos e muito mais produtivos. Para algumas pessoas, esse período é a noite, para outras a manhã. O segredo é perceber quando é que esse momento acontece para nós e planear o dia de acordo. As tarefas mais urgentes, importantes ou difíceis devem ser as que fazemos neste período. Para muitas pessoas, o período da tarde, a seguir ao almoço, é quando sentem aquela preguicinha por isso nunca devem guardar esse tipo de tarefas para esse período também.

We all have a time where we work better, are more focused and much more productive. For some people, it’s at night for others bright and early. The secret is to know when it is and plan accordingly. The most important, urgent and hard task should be done at that time. For many people for example, the afternoon after lunch is when the slump of lazy hits (i know for me it’s like that) and you shouldn’t save the tasks for that time either.

 

 

E aqui estão as 5 coisas que faço quando me sinto sobrecarregada. E vocês, que estratégias usam?

And here are the 5 things I do when I’m feeling overwhelmed. How about you, what strategies do you use?

XOXO,

J.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *