Spooky Stuff: The Possession of Hannah Grace – crítica | movie review

Spooky Stuff: The Possession of Hannah Grace – crítica | movie review

Olá Internet! Hoje trago-vos mais um pedacinho de Terror comigo. No final do mês passado, fui ver este filme A Possessão de Hannah Grace e como a seguir ao filme não me conseguia calar sobre tudo o que vi, pensei em partilhar os meus pensamentos com vocês.

Hi Internet! Today I’m bringing you another bit of Horror. Last month I went and saw this movie The Possession of Hannah Grace and since I couldn’t shut up afterwards I thought I’d share my thoughts with you.

 

Primeiro quero começar esta crítica por dizer que não estava à espera de ver este filme. Fui depois do convite de uma amiga que partilha esta obsessão por filmes de Terror e não consegui resistir. Mas a verdade é que já tinha lido as críticas quando este filme estreou nos Estados Unidos e fui com poucas expectativas e com a mente aberta para passar um bom bocado com amigos. Curiosos para saber se mudei de ideias? Ou acham que é mesmo tão mau como dizem? Vamos começar?

First I want to start by saying that I wasn’t expecting to see this movie in theatres. I went after a friend who shares my Horror obsession invited me and I just couldn’t resist. But the truth is I already saw the reviews of it from when this movie came out in the States and I went in with low expectations and an open mind to just have a good time with friends. Curious to know if it changed my mind? Or do you think it’s as bad as they say?

Photo retrived from IMdB.com | Photo by Claire Folger – © 2018 CTMG, Inc. All Rights Reserved. **ALL IMAGES ARE PROPERTY OF SONY PICTURES ENTERTAINMENT INC

 

A Possessão de Hannah Grace estreou em Portugal no dia 7 de Fevereiro e conta com a presença de Shay Mitchell, que conhecemos de Pretty Little Liars, e Stana Katic, da série Castle, entre outros actores como Kirby Johnson, a titular Hannah Grace, Grey Damon e Nick Thune. Foi dirigido pelo holandês Diederik Van Rooijen e segue uma ex-polícia, Megan Reed (Shay Mitchell) que acabou se sair de reabilitação no seu primeiro turno na morgue do hospital.

The Possession of Hannah Grace premiered in Portugal on February 7th and it stars Shay Mitchel, who we all know from Pretty Little Liars, and Stana Katic from Castle as well as others actors like Kirby Johnson, the titular Hannah Grace, Grey Damon and Nick Thune. It was directed by the dutch Diederik Van Rooijen and it follows and ex-police officer Megan Reed (Shay Mitchell) who’s just out of rehab on her first graveyard shift at the hospital morgue.

 

Quero avisar já que talvez seja quase impossível falar deste filme sem falar de SPOILERS. Estejam preparados.

I just want to preface this by saying it may be almost impossible to talk about this movie and avoid SPOILERS so be advised.

 

Photo retrived from IMdB.com | Photo by Claire Folger – © 2018 CTMG, Inc. All Rights Reserved. **ALL IMAGES ARE PROPERTY OF SONY PICTURES ENTERTAINMENT INC

 

Desde logo que percebi que não ia ser o filme que eu estava à espera mas fiquei tão surpreendida pela minha reacção. A verdade é que não o achei tão mau como os críticos dizem. Sim, não é um filme brilhante e sim, tem os seus problemas mas achei a ideia do filme tão original que acabou por ganhar um lugar no meu coração de Terror, mesmo que seja uma opinião controversa.

From the start I realised this movie wasn’t going to be what I expected and I was very surprised by my reaction. The truth is I didn’t think it was as bad the the critics were saying. Yes it’s not a brilliant movie and i has its problems but I found it original and it won my Horror heart even if it’s controversial.

 

O filme mostra-nos a possessão da Hannah e o que acontece ao cadáver depois do exorcismo ter corrido mal. Desde logo que acompanhamos a personagem principal Megan e todos os seus problemas e acho que isso funciona a favor do filme. Percebemos que é uma personagem com problemas e é uma perspectiva refrescante. Megan está no seu segundo turno nocturno na morgue do hospital quando o cadáver de Hannah dá entrada e claro, é aí que as coisas começam a correr mal.

The movie shows us the possession of Hannah and what happens to her body after the exorcism went wrong. Since the beginning of the movie, we follow Megan and all her problems and I think it works in the movie’s favour. We get that she’s a characters with flaws and it’s a refreshing perspective. Megan is on her second graveyard shift at the morgue when Hanna’s corpse comes in and of course, that’s when things go wrong.

 

 

O bom | The good

 

Como já disse, não é um filme brilhante de todo e como quero ser sincera com vocês vou falar dos problemas que achei no filme mas primeiro, quero dizer-vos tudo o que gostei n’A Possessão de Hannah Grace. Primeiro, a história. Sim, já vimos estes filmes de possessões milhares de vez. E não importa quantas vezes se façam filmes assim, não há uma única vez que o filme não seja comparado ao Exorcista. Quer queiramos que não, o clássico de Terror é sempre um ponto de referência para este tipo de filmes. Por isso acho que os filmes desta categoria têm de se esforçar por contar uma história original.

Like I said, it’s not a brilliant movie by any means and since I want to be honest I’ll talk about those problems in a minute but first I wanted to discuss what I liked about the movie. First I thought the story was very original and that worked in the movies favour. Yes, we’ve seen these possession movies countless times. And no matter how many of them are made, there’s isn’t one time the movie isn’t compared to the Exorcist. Whether we like it or not, the Horror classic is always a reference point so I think movies from this genre have to try hard to be original. 

 

 

Pela minha parte acho que conseguiram com A Possessão de Hannah Grace. Não vemos uma menina indefesa possuída o filme inteiro, na verdade o exorcismo propriamente dito só o vemos nos primeiros 5 minutos de filme (título algo enganador mas já lá vamos) mas sim, uma polícia com problemas de depressão e dependência numa morgue à noite. Achei um conceito original. Todas as dimensões da história que gosto de ver estavam lá. Personagem principal complexa e não uma pessoa qualquer sem importância e profundidade que só existe no filme para se assustar/sofrer/ser assassinada. Vocês sabem do que falo não é?

From my perspective, they achieved it with The Possession of Hannah Grace. We don’t see a helpless innocent girl be possessed the whole movie, in fact the exorcism is only in the first 5 minutes of the movie (which makes the title kind deceiving but we’ll get there), instead we see a former cop with addiction problems in a morgue at night. I thought it was an original concept. Every story dimension I like to see were there. Main characters with depth and not just some random person from which we know nothing about and its only purpose is to be there to scare/suffer/kill. You know what I mean right?

 

Depois adorei o facto do filme se passar maioritariamente no escuro. Acho que adiciona ambiente e factor de susto ao filme. Para além disso, o uso de som está muito bem feito. O filme quase que não tem música mas usa o silêncio e o som e objectos para criar tensão e adorei isso! No fim de tudo, adorei a tensão e suspense deste filme. Talvez eu seja um susto fácil (e muitas vezes sou) mas dei por mim a fechar os olhos várias vezes.

Then I loved the fact that this movie was mainly in the dark. I think it adds to the mood and scare factor. Besides I think sound was very cleverly used in this movie. The movie itself has almost no music but it uses silence and objects’ sound to create tension and I loved it! In the end, I liked the tension and suspense and maybe I’m an easy scare (which I am sometimes) but I found myself closing my eyes on some parts.

 

O mau | The bad

Mesmo tendo gostado do filme no geral, tenho alguns problemas. E até percebo algumas das críticas. Existem vários momentos cliché no decorrer do filme. E uma coisa que já sabem que detesto…jump scares. O filme está a abarrotar deles e é uma coisa da qual não sou fã. Para além disso cai num dos pecados mortais dos filmes de Terror: tem personagens descartáveis. Sabem do que falo? Aquelas personagens das quais não sabem nada e percebem que só existem para cumprir um objectivos: serem assombradas/mutiladas pelo espírito/demónio/o que for do filme.

Even tough I liked the movie, I still had some problems with it. And I even get some of the critics. There are several cliché horor moments throughout. And one thing I despise…jump scares. The movie is riddled with them and it’s something I’m definitely not a fan of. Besides it fall in one of the horror mortal sins: disposable characters. You know what I mean right? Those characters that you know nothing about and you can tell they’re about to be the first victims and they’re only there for one purpose: be haunted/slashed by the spirit/demon/whatever of the movie.  

 

 

A Possessão de Hannah Grace também deixa muitas questões por resolver. E essa foi uma das razões pelas quais não me conseguia calar depois do filme. Há tantas questões por responder e algumas tiram um pouco do sentido do filme. Como porque é que o demónio (daqui para a frente referido como Hannah por que se encontra no seu cadáver) não matou logo a Megan? Em vez disso parecia brincar com ela o filme todo. Ou porque razão alguém deixaria Megan, uma dependente de drogas em recuperação sozinha à noite na morgue do hospital literalmente no primeiro dia de trabalho?! Não me parece realista.

The Possession of Hannah Grace also leaves a lot of question unanswered. And that’s one of the reasons I couldn’t keep my mouth shut at the end. There are so many questions and some of them kind of make no sense. Like why didn’t the demon (hereby referred to as Hannah since it’s in her corpse) kill Megan? Instead it seemed to taunt her the whole movie. And why would someone on their right mind leave a former addict, fresh out of recovery, in a morgue at night alone? It doesn’t seem very realistic to me.

 

Outro problema que tive com este filme surgiu já bem depois de o ter visto. É que não conseguia deixar de pensar que tudo isto me parecia familiar e foi quando me lembrei d’A Autópsia de Jane Doe. Adorei este filme (e até falei sobre ele aqui) e a verdade é que em termos de cinematografia acho que está muito mais bem feito do que este, embora seja fã dos dois. E por fim, a última crítica que tenho a fazer é o título. Sei que em alguns sítios se chama Cadáver embora ache que não seja o caso em Portugal e talvez esse tivesse sido um título mais apropriado uma vez que possessão propriamente dita só vemos no início do filme. Pode ser um pouco enganador e talvez uma das razões pelas quais o filme não foi bem recebido.

Another problem I had and this one came way after I saw it. I couldn’t shake the feeling that all this looked familiar and yeah, that’s when I remembered The Autopsy of Jane Doe. I loved it! (and even talked about here) and the truth is that in terms of cinematography it’s a much better movies than this one (even though I’m a fan of both). The last complaint is about the title. I know in some places it’s called Cadaver (translated anyway) and maybe it would be more appropriate since the possession/exorcism implied in the title only happens for like 5 minutes. Maybe that’s one of the reasons it was so badly received.

 

O veredicto | The verdict

 

 

No geral gostei d’A Possessão de Hannah Grace. Consigo perceber algumas das críticas que foram feitas a este filme, a sério que sim, mas não o achei assim tão mau.

In the end I liked The Possession of Hannah Grace. I can get some of the critics, I really do, but the truth is it isn’t that bad.

 

Acho que hoje em dia, os filmes de Terror são tantos que às vezes as críticas são demasiado duras e é difícil fazer um filme original e assustador. Estou a morrer para saber mais opiniões sobre este filme por isso deixem a vossa nos comentários! Já viram? O que acharam?

I think we tend to be very harsh with horror these days since the horror movies coming out are so many and it makes it hard to have an original scary movie people haven’t seen before. But I’m dying to see what your opinions are so leave them down below! Have you seen it? What did you think?

 

XOXO,

 

J.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *