Paris em 4 dias | Paris city guide

Paris em 4 dias | Paris city guide

“Paris is always a good idea” é uma frase bastante usada e bastante verdadeira. Mas quantos dias serão necessários para visitar esta linda e romântica capital europeia? Bem, eu e o meu namorado estivemos lá em finais de Maio e como se aprende com as experiências, deixo aqui o plano de 4 dias e algumas dicas para que vocês não cometam os erros de principiantes que nós cometemos.

“Paris is always a good idea” is a very used and quite true quote. But how many days will it take to visit this beautiful and romantic European capital? Well, my boyfriend and I were there in late May and as you learn from the experiences, I leave here a 4-day plan and some tips, so you don’t make the beginner mistakes that we made.

 

1º Dia | 1st Day

Percurso | Route: Pont de Bir-Hakeim, Torre Eiffel, Place de la Concorde, Louvre

Iniciamos o nosso itinerário indo na direcção do maior símbolo parisiense, a Torre Eiffel. Contudo, a minha sugestão é que comecem o dia bem cedo e assim, poderão dar um saltinho à bela ponte de Bir-Hakeim. A estrutura de ferro que suporta os dois níveis desta ponte por onde passa o metro em cima, tem uma forma de túnel que permite tirar fotografias bastante peculiares, estou certa que as pessoas que viram o filme Inception irão recordar-se dela.

We started our itinerary by going in the direction of the biggest Parisian symbol, the Eiffel Tower. However, my suggestion is to start the day early and make a quick visit to the beautiful Bir-Hakeim bridge. The iron structure that supports the two levels of this bridge where the subway passes above, has a tunnel form that allows taking very peculiar photos. I’m sure people who have seen the film Inception will remember it.

 

 

A menos de 10 minutos a pé desta ponte, encontra-se a Torre Eiffel, com três pisos onde a vista do esplendor de Paris  vai aumentando em cada nível. Para subir, tanto podem apanhar o elevador ou irem a pé até ao segundo nível, mas a subida é bastante dura por isso aconselho a comprarem o bilhete de elevador até ao terceiro piso. Preparem-se para perder bastante tempo aqui porque, se não o perderem na fila de ponto de controlo de segurança e/ou para apanhar o elevador, vão certamente perde-lo a tirar mil e uma fotografias de cada canto e de cada ângulo da torre. Está tudo bem, todos nós o fazemos! Curiosidade: Sabiam que a Torre Eiffel foi construída especialmente para servir de entrada na Exposição Universal de 1889, que nesse ano decorreu em França? Incrível, como hoje em dia se tornou no ícone mundial da França.

Less than a 10-minute walk from this bridge you will find the Eiffel Tower with three floors where the view of Paris splendor increase on each level. To go up, either you can take the elevator or walk to the second level, but the climb is quite hard so I advise you to buy the lift ticket to the third floor. Prepare yourself to waste a lot of time here, either because of the security checkpoint and elevator queue or because you will want to take a thousand and one pictures of each corner and angle of the tower. It’s okay, we all do it! Fun fact: Did you know that the Eiffel Tower was built especially to serve as the entrance to the Universal Exhibition of 1889, which on that year took place in France? Incredible, as it has now become the world icon of France.

 

 

De seguida apanhem o autocarro 42, um pouco mais à frente dos jardins da Torre Eiffel, e vão até à Praça da Concordia e almocem pelos Jardins das Tulherias. Aqui poderão descansar um pouco nas cadeiras verdes espalhadas pelo jardim a recuperar energia para a visita ao Louvre, acreditem, vão precisar.
O Louvre tem 3 pisos e está dividido em 3 pavilhões. A ideia de que se consegue visitar todo o Louvre é bastante irrealista. Um dia inteiro no Louvre é capaz de ser um pouco maçador e visitar tudo em meio-dia é complicado porque aquilo é enorme! Apesar de toda a gente saber que a Mona Lisa é a estrela do museu existem outros quadros na mesma área que merecem muito mais a vossa admiração, quer pelo tamanho como pelo detalhe. Na minha opinião não devem perder o primeiro andar onde se encontra a Mona Lisa e a exposição Grega e a Romana no rés-do-chão. Outro conselho é não apreciarem apenas os quadros/esculturas mas também os detalhes nas paredes e nos tectos dos pavilhões do Louvre. São incríveis!

Then take bus 42, just past the gardens of the Eiffel Tower, to Concordia Square and lunch in the Tuileries Gardens. Here you can rest a little on the green chairs scattered around the garden to recover energy for the visit to the Louvre, believe me, you will need it.
The Louvre has 3 floors and is divided into 3 pavilions. The idea that you can visit the entire Louvre is rather unrealistic. An entire day at the Louvre can be a little bit boring and visiting everything until noon is tricky because it’s huge. Although everyone knows that the Mona Lisa is the star of the museum there are other paintings in the same area that deserve your admiration, both for size and detail. In my opinion, you shouldn’t miss the first floor where the Mona Lisa is and the Greek and Roman exhibits, located on the ground floor. Another advice is not only admire the paintings/ sculptures but also the details on the walls and ceilings of the Louvre pavilions. They’re amazing!

 

 

2º Dia | 2nd Day

Percurso | Route: Ópera Garnier, Galerias Lafayette, Le mur de je t’aime, Sacre Coeur, Moulin Rogue, Place du Trocadéro

Estou certa que todos os fãns do filme “Fantasma da Ópera” ficarão extramente satisfeitos com o começo do 2º dia pela Ópera Garnier. A partir do exterior, já ficamos encantados com as estátuas douradas reluzentes e com a arquitectura do edifício, mas no interior a vista ainda é mais surreal! Desde as colunas em pedra à grande escadaria central e dos tectos pintados ao grande e dourado auditório, este edifício não pára de surpreender. Outro edifício que merece ser visitado e que fica a 5 minutos são as Galerias Lafayette Haussmann. Um autêntico centro comercial com 10 andares que alberga diversas marcas, porém o que vale mesmo a pena está mesmo por cima das nossas cabeças, por isso vão até ao centro da galeria e olhem para cima.

I’m sure all “Phantom of the Opera” fans will be extra pleased with the start of the 2nd day at the Opera Garnier. From the outside, we are already charmed by the gleaming golden statues and the architecture of the building, but inside the view is yet more surreal! From the stone pillars to the grand central staircase and the painted ceilings to the large, golden auditorium, this building never ceases to amaze. Another building that deserves to be visited and which is 5 minutes away is the Galleries Lafayette Haussmann. An authentic 10-story shopping center that houses several brands, but what’s worth it is right above our heads, so go to the center of the gallery and look up.

 

 

De seguida, podem apanhar a linha de metro número 12 em direcção ao Sacre Coeur, mas ao chegarem, passem pelo pequeno mas amoroso jardim do muro do amor (Le mur de je t’aime) onde puderão ver a palavra “amo-te” escrita em mais de 200 línguas. Caminhando 5 minutos encontrarão o funicular para o Sacre Coeur, a “igreja branca” que também corresponde ao ponto mais alto da cidade. Não acho que valha muito a pena pagarem para subir até à cúpula, uma vez que dos jardins já têm uma boa vista dos telhados da cidade. Aconselho sim, a visitar a basílica por dentro. A luminosidade que entra, confere um ar misterioso ao interior e há bonitas pinturas e vitrais para apreciar. A parte de fora do Sacre Coeur é bastante movimentada com turistas de um lado para o outro a tentar  encontrar o melhor ângulo para tirar fotografia, mas se descerem pelas escadarias laterais, que vão dar aos níveis de baixo do jardim, encontraram menos pessoas e conseguirão tirar boas fotografias. Aqui fica alguns exemplos:

Then you can take the metro line number 12 towards the Sacre Coeur, but when you arrive, pass by the small, but loving garden of the wall of love (Le mur de je t’aime) where you can see the word “I love you” written in more than 200 languages. Within 5 minutes you will find the funicular to the Sacre Coeur, the “white church” which also corresponds to the highest point of the city. I don’t think it’s worthy pay to go up to the summit since the gardens already have a good view of the rooftops of the city. I advise yes, to visit the basilica inside. The incoming luminous adds a mysterious atmosphere to the interior and there are beautiful paintings and stained glass windows to enjoy. The outside of the Sacre Coeur is quite busy with tourists from one side to the other trying to find the best angle to take pictures, but if you go down the side steps, which will go to the lower levels of the garden, you will find fewer people and you will get to take good pictures. Here are some examples:

 

 

O Moulin Rouge encontra-se a alguns minutos a pé dos jardins da basílica e saberão que estão a chegar quando as lojas de souvenir começarem a ser substituídas por sex shops e auditórios com espectáculos para “gente assim crescida” com brilhantes neons vermelhos e atrevidos. Nós não chegámos a ir a nenhum espectáculo de cabaret, mas deve ser um programa muito giro e diferente de se fazer. É melhor reservar com alguma antecedência e podem fazê-lo através do site online, porque este tipo de espectáculos são muito concorridos.

The Moulin Rouge is a few minutes’ walk from the basilica gardens and you will know you are getting close when souvenir shops begin to be replaced by sex shops and auditoriums with shows and entertainment for “grown-up people” with bright red and daring neons. We didn’t see any cabaret show, but it must be a very fun and different program to do. It’s best to book in advance and you can do so through the online website because these kinds of shows are very crowded.

 

 

A Place du Trocadéro é bonita a qualquer altura do dia mas iluminada à noite, com a torre Eiffel em pano de fundo a cintilar, parece algo saído de um sonho. Vê-se imensos grupos de pessoas sentadas nos relvados à frente a apreciar essa vista, umas aproveitam para jantar, outras para colocar a conversa em dia com uma boa garrafa de vinho e outras a namorar. Nós fizemos os três! Ahah

The Place du Trocadéro is beautiful at any time of the day but illuminated at night, with the Eiffel Tower in the background sparkling, it seems a dream. There are several groups of people sitting on the lawns at the front enjoying this view, some enjoying dinner, others to catch up with a good bottle of wine and others to date. We did all three! Ahah

 

 

3º Dia | 3rd Day

Percurso | Route: Cathédrale Notre Dame, Sainte Chapelle, Quartier Saint-Michel, Musée d’Orsay or Conciergerie, Ponte Alexandre III, Avenue des Champs-Élysées, Arc de Triomphe

Começamos o nosso dia a visitar a Catedral de Notre Dame, cuja entrada para a igreja é completamente gratuita. Se quiserem subir até a torre, isso sim, para além de ser pago é necessário reservar previamente um horário através de uma aplicação gratuita chamada “Jefile app”. Sem isto não conseguirão subir. A subida inclui uma aula de aeróbica, com quase 400 degraus em espiral até ao topo, o que pode causar algum incómodo a alguns visitantes, mas subam sem pressa, porque no final serão recompensados por uma vista fabulosa das redondezas, tal como a possibilidade de admirar de perto as famosas gárgulas de Notre Dame.

We start our day visiting the Notre Dame Cathedral, whose entrance to the church is completely free. If you want to get up to the tower, that in addition to being paid, is necessary to reserve a time in advance through a free application called “Jefile app”. Without this, you won’t be able to pass. The climb includes an aerobics class, with almost 400 spiral steps to the top, which may cause some discomfort to some visitors, but go up unhurriedly, because in the end you will be rewarded by a fabulous view of the surroundings, such as the possibility of to admire the famous gargoyles of Notre Dame.

 

 

Ainda na ilha da Catedral, há uma pequena capela que é absolutamente obrigatória para quem adora vitrais, a Sainte Chapelle. Este monumento consiste em duas capelas sobrepostas, onde a inferior era reservada aos funcionários e moradores do palácio, e a superior à família real. É nesta última que os nossos olhos se perdem nas várias faces de vitrais.

Still, on the island of the Cathedral, there’s a small chapel that is absolutely mandatory for those who love stained glass, the Sainte Chapelle. This monument consists of two overlapping chapels, where the lower one was reserved for the officials and residents of the palace, and the superior one to the royal family. It’s in this last one that the spectacle of stained glass happens in all the walls.

 

 

Atravessando a Pont Saint-Michel, encontram-se no centro do bairro universitário de Paris. Da Praça de Saint-Michel irradiam-se várias ruas com cafés e esplanadas, onde os preços são ligeiramente mais baratos comparados com o resto de Paris e o ambiente é relaxado. É um bom local para almoçar.

Crossing the Pont Saint-Michel, you are in the heart of the university quarter of Paris. From the Place de Saint-Michel, there are several streets with cafés and terraces, where prices are slightly cheaper compared with the rest of Paris and the environment is relaxed. It’s a good place to have lunch.

A seguir ao almoço podem escolher entre ir visitar a Conciergerie, o tribunal e a prisão cuja fama causava medo na população durante a Revolução e onde se encontra a cela de Marie Antoinette, ou então ir ao Musée d’Orsay, antiga estação ferroviária e actual museu com obras de Van Gogh, Degas, Monet, Renoir, entre outros. Se decidirem irem à Conciergerie há um bilhete combinado com a Sainte Chapelle que fica mais barato.

After lunch you can choose to visit the Conciergerie, the courthouse and the prison whose fame scared the population during the Revolution and where the cell of Marie Antoinette is located, or go to the Musée d’Orsay, old railway station and current museum with paintings of Van Gogh, Degas, Monet, Renoir, among others. If you decide to go to the Conciergerie there’s a ticket with the Sainte Chapelle, which is cheaper.

 

 

Caminhando pela margem do rio Sena ou apanhando o RER C até aos Inválidos, passem para o outro lado da margem por uma das mais bonitas pontes de Paris – Ponte Alexandre III – com os seus detalhes pitorescos, estátuas douradas e grandes candeeiros. Numa das extremidades da ponte têm vista para os Inválidos, na outra têm para Grand e Petit Palais. É uma zona bastante agradável para passear num dia solarengo enquanto se inspira o charme de Paris. Passando o Grand Palais, sigam pela bela Av. Des Champs-Élysées e deixem-se deliciar com as montras de marca de luxo como Louis Vuitton, BOSS, Lacoste, bem como os carros lá estacionados.

Walking along the banks of the river Seine or taking the RER C to the Invalids, pass the other side of the bank through one of the most beautiful bridges in Paris – Alexandre III bridge – with its picturesque details, golden statues, and large lamps. At one end of the bridge overlook the Invalides, in the other overlook the Grand and Petit Palais. It’s a pleasant area to stroll on a sunny day while taking in the charm of Paris. Passing the Grand Palais, follow the beautiful Avenue des Champs-Élysées and let yourself be delighted by the luxury brand-name shopfronts like Louis Vuitton, BOSS, Lacoste, as well as the cars parked there.

 

 

Quanto ao horário para subirem até ao topo do Arco do Triunfo, a minha sugestão é que o façam ao entardecer, um pouco antes do pôr-do-sol. Assim vêem as várias avenidas e a Torre Eiffel a iluminar-se à medida que a noite vai tomando lugar.

As for the time to climb to the top of the Arc de Triomphe, my suggestion is to do it at dusk, just before sundown. Thus you see the various avenues and the Eiffel Tower illuminate as the night takes place.

 

 

4º Dia | 4th Day

Percurso | Route: Versailles

O complexo de Versailles é gigante! Têm o palácio, os jardins e ainda o Petit e Grand Trianon, por isso para aproveitar ao máximo, descansem bem na noite anterior e estejam às portas de Versailles por volta das 8h30 no dia seguinte, para evitar as filas. Tentem que o dia da visita coincida com uma terça, sábado ou domingo para apanhar o “Fountains shows and musical gardens”, o espectáculo onde música dos tempos da Corte saem dos arbustos e quer acompanha a nossa visita pelos jardins, como indica o ritmo às águas nas fontes. A minha sugestão é visitar o palácio das 9h-11h. Das 11h às 13h visitarem os jardins, e depois de almoço visitarem pelo menos o Petit Trianon, lugar onde Marie Antoinette desfrutava de uma vida simples e campestre. Caso não sejam matinais, aconselho que deixem a visita ao palácio para o mais tardar possível (cerca das 16h), já que nesses três dias da semana a afluência é maior.

The Versailles complex is giant! It has the palace, the gardens and also the Petit and Grand Trianon, so to make the most of it, rest well in the night before and be at the doors of Versailles around 8h30 on the next day to avoid the queues. Try to do the visit in a Tuesday, Saturday or Sunday to be able to see the “Fountains shows and musical gardens”, the show where court music comes out of the bushes and accompanies our visit to the gardens, as indicate the rhythm to the water in the fountains. My suggestion is to visit the palace from 9 am to 11 pm. From 11 am to 1 pm visit the gardens, and after lunch visit at least the Petit Trianon, where Marie Antoinette enjoyed a simple and country life. If you’re not a morning person, I advise you to visit the palace around 4 pm, since these three days of the week the attendance is greater.

 

 

Apesar de o dia se incidir apenas em Versailles, é um dia bastante cheio e onde as nossas pernas vão pedir-nos por descanso. Os jardins são grandes e aconselho visitar todos os recantos assinalados pelo folheto distribuído à entrada. Não há pressa, há vários locais onde se podem sentar um pouco e simplesmente ficar a descontrair enquanto apreciam a música e os espectáculos das fontes de água.

Although the day is only in Versailles, it’s a very crowded day and where your legs will ask for some rest. The gardens are large and I recommend visiting all the corners marked by the leaflet distributed at the entrance. There is no hurry, there are several places where you can sit a while and simply relax while enjoying the music and the shows at the water fountains.

 

 

 

Dicas e notas adicionais| Additional tips and notes:

#1 Qual o melhor passe de transporte?| What is the best transport pass?

Há uma grande opção de passes de transporte, mas penso que a melhor escolha é o Passe Navigo, 27,50€ e que permite a deslocação para as zonas 1-5, ou seja, com este passe podem ir de qualquer aeroporto para o centro da cidade (e vice-versa), bem como ir à estação de Versailles. Apesar deste passe apenas funcionar de segunda a domingo, independentemente do dia de compra, mesmo nós tendo chegado a uma quinta, compensou. Mas se talvez chegarem a um sábado, este pode não ser o melhor passe.

There’s a wide choice of transport passes, but I think the best choice is the Navigo Passe, € 27.50 and that allows you to move to zones 1-5, ie with this pass you can go from any airport to the city center (and vice versa) as well as going to Versailles station. Although this pass only runs from Monday to Sunday, regardless of the day of purchase, even though we have arrived at a Thursday, it pays off. But if you arrive on a Saturday, this may not be the best pass.

 

#2 Tempo de espera para entrar nos monumentos| Waiting time to enter monuments

Nota-se que desde o ataque terrorista, Paris está bem mais segura. Frequentemente vê-se policias armados nas ruas e existe uma grande fila à porta de todos os principais monumentos, não para se comprar bilhete, mas sim pelo controlo de segurança. Isto faz com que a entrada nos monumentos seja mais demorada.

It shows that since the terrorist attack, Paris is much safer. Often armed police are seen in the streets and there is a large queue at the doorstep of all the main monuments, not to buy a ticket, but for security control. This makes the entrance to the monuments more time-consuming.

 

#3 Acesso gratuito aos museus| Free access to museums

Todas as pessoas que forem menores de 18 anos e cidadãos europeus menores de 25 anos têm entrada gratuita na maioria dos monumentos de Paris. Infelizmente isto não inclui a Torre Eiffel, mas inclui atracções como o Palácio de Versailles, Louvre, Notre Dame, Arco do Triunfo, entre outros.
No primeiro domingo do mês, uma grande selecção de museus têm entrada livre, incluindo o Louvre. Mas isso significa que a fila também terá o triplo das pessoas. Nestes dias, vale a pena acordar cedo e escolher bem o primeiro museu a visitar.

All persons under 18 years of age and European citizens under the age of 25 have free admission to most of the monuments in Paris. Unfortunately, this does not include the Eiffel Tower but includes such attractions as the Palace of Versailles, Louvre, Notre Dame, Arc de Triomphe, among others.
On the first Sunday of the month, a large selection of museums have free admission, including the Louvre. But that means the queue will also be triple that of the people. These days, it’s worth getting up early and choosing the very first museum to visit.

 

#4 Como ir do aeroporto para o centro da cidade e vice-versa?| How to get from the airport to the city center and vice versa?

Na minha opinião, façam o Passe Navigo (caso compense) assim que chegarem ao aeroporto e daí apanhem o Orly Bus até Antony (25 minutos), onde podem mudar para a Linha B do RER.

In my opinion, take the Navigo Pass (if pays off) once you get to the airport and then take the Orly Bus to Antony (25 minutes), where you can change to the RER B Line.

 

 

Espero que este guia de 4 dias vos ajude na vossa viagem. Alguma dúvida, é só comentar!

I hope this 4 day guide help you on your journey. Any doubt, just comment below!

 

Bisous,

A.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *