Escapada a Bordéus | Bordeaux Getaway

Escapada a Bordéus | Bordeaux Getaway

A ideia principal era ir a Paris, porém através da recomendação de amigos, decidimos ir visitar também a encantadora cidade de Bordéus. É um saltinho de Lisboa para lá e outro saltinho de lá para Paris. Podem escolher entre TGV directo, que demora cerca de duas horas, ou então voos internos com duração de 1h15. Apesar de este ter sido o nosso percurso, depois de visitar Bordéus, apercebi-me que o facto de se localizar a menos de 2h de avião e de se conseguir visitar a pé em dois dias, torna esta cidade um destino perfeito para se visitar num fim-de-semana ou numa pequena escapada. Aqui fica o meu plano para dois/três dias:

The main idea was going to Paris, however through the recommendation of some friends, we decided to also visit the charming city of Bordeaux. In no time you are in Bordeaux and in a second you are on your way to Paris. You can choose between going by TGV (tooks 2h) or by plane (tooks 1h15). Although this was our path, after visiting Bordeaux, I realized this city is the perfect destination for a weekend or for a short getaway, since is located less than two hours away by plane and you can visit it on foot in two days. Here’s my suggestion for two/three days:

 

1º Dia| 1st Day

 

Tour Pey Berland e Cathédrale Saint-André

Localizada junto à Câmara Municipal de Bordéus, esta catedral gótica e a sua torre exterior são um dos edifícios mais bonitos na cidade. A catedral tem umas áreas com o interior pintado de imensas cores e a sua nave central tem umas arcadas enormes. A torre exterior foi construída para suportar o pesado sino de 11 toneladas. Apesar de precisarem de um bom par de pulmões para aguentar a subida de 229 degraus até ao topo da torre e de não ter problemas com locais apertados, é algo que aconselho vivamente a fazer porque têm-se uma bela vista da cidade e dos monumentos em redor. Vão logo de manhã pela manhãzinha para a subida não custar tanto.

Located next to the Bordeaux City Hall, this gothic cathedral and its outer tower are one of the most beautiful buildings in the city. The cathedral has some areas with the interior painted of immense colors and its central nave has enormous arches. The outer tower was built to withstand the heavy 11-ton bell. Although you may need a good pair of lungs to walk up the 229 steps to the top of the tower, it’s something I strongly recommend because you have an outstanding view of the city and the surrounding monuments.

 

 

Hotel de Ville

Este elegante edifício com uma fachada muito bonita é a sede da Câmera Municipal de Bordéus e antigo palácio do Arcebispo em 1784. Pelo que entendemos, este edifício também serve de espaço para exposições. Contudo, quando tentámos passar para o lado de dentro não havia qualquer acesso ou informação de bilhetes.

This elegant building with a very beautiful facade is the seat of the Municipal Camera of Bordeaux and the former palace of the Archbishop in 1784. As far as we understood, this building also serves as an exhibition space. However, when we tried to go inside we didn’t have any access or ticket information.

 

 

Porte Cailhau e Pont Pierre

A Porte Cailhau é um arco medieval em forma de castelo (que me fez lembrar um castelo da Disney desajeitado), que separa o distrito de Saint Pierre da margem do rio Gironne. Aconselho a passarem em direcção à margem do rio pois é daqui que terão o melhor panorama da Pont Pierre, a primeira a ser construída sobre o rio.

Porte Cailhau is a medieval castle-shaped arch (which reminds me of a clumsy Disney castle), which separates the district of Saint Pierre from the bank of river Gironne. I advise you to head towards the riverside because from here you will have the best panorama of the Pont Pierre, the classic Bordeaux bridge and the first one built on the river.

 

 

Basilique Saint-Michel e Clocher Saint-Michel

Quando chegarem à Pont Pierre, entrem pela rua Victor Hugo por outro arco – Porte de Bourgogne – e cortem pela Rue des Faures até chegarem à Place Meynard. No centro desta praça enorme encontra-se a Basílica de Saint-Michel e a sua enorme torre do sino, as duas em estilo gótico, com muito detalhe. Podem perder-se aqui a tirar fotografias. Nesta praça, há uma pastelaria/padaria que não podem perder! Se procuram um local para tomar o pequeno-almoço, lanchar ou fazer uma refeição ligeira, a La Boulangerie é o local! Para além de mil e uma baguetes, bolos caseiros, folhados e diversas doçarias, fabrica também o doce tradicional de Bordéus – o Canalé. Por fora, parece um bolo seco mas por dentro a textura é de um bolo mal passado. É óptimo! (*Babando-me um pouco, lembrando-me deste bolo*). O único problema desta pastelaria é não servir bebidas, porém mesmo em frente há um café onde servem um dos melhores chás de menta que já bebi até hoje. É super fácil de o identificar porque toda as pessoas que estão sentadas, estão a bebe-lo!

Whenever you arrive at Pont Pierre, enter into “Rue Victor Hugo” through another archway – Porte de Bourgogne – and turn left into “Rue des Faures” until you reach Place Meynard. In the center of this huge square is the Basilica of Saint-Michel and its huge bell tower, both in Gothic style, with much detail. You can get lost here taking pictures. In this square, there is a pastry shop/bakery that you can’t miss! If you are looking for a place to have breakfast, snack or a light meal, La Boulangerie is the place! In addition to a thousand and one baguettes, homemade cakes and pastries, it also manufactures the traditional Bordeaux sweets – the Canalé. On the outside, it looks like a super dry cake but inside the texture is from an unhealthy cake. It’s marvelous! (*Drooling a little while I remind of this cake*). The only problem with this pastry shop is that it doesn’t serve drinks, but right in front, there’s a cafe where they serve one of the best mint tea I have ever tried. It’s super easy to identify because all the people who are sitting, are drinking it!

 

 

Esta Place Meynard é um excelente exemplo da essência dos distritos Saint Pierre e Saint Michel, a parte mais antiga da cidade. Contudo, é engraçado notar que é onde se observa mais vida! Estes dois distritos estão cheios de pequenas (e grandes) praças públicas com imensos bares, restaurantes, cafés e comércio. Tanto à hora de almoço como de jantar os restaurantes enchem-se de pessoas e a partir das 17h começa a ver-se grupos de pessoas a reunirem para uns petiscos e bebidas. E não ficam por aí! A vida nocturna, caracterizada pelo convívio em bares, mantêm-se até às tantas da manhã, quer seja sexta ou segunda-feira! Este ambiente boémio de boa disposição e convivo fez com que gostasse ainda mais da estadia, mas na hora de escolherem o vosso hotel, talvez queiram evitar o coração destes distritos, se não, é melhor levarem protecção para os ouvidos para conseguirem dormir bem.

This Place Meynard is an excellent example of the essence of the districts Saint Pierre and Saint Michel, the oldest part of the city. However, it’s fun to notice that is where one observes more city life! These two districts are full of small (and large) public squares with several bars, restaurants, cafes, and shops. Both at lunch and dinner time, the restaurants are bustling and from 5:00 pm, you see groups of people gather around for some snacks and drinks. And they don’t stop here! The nightlife, characterized by groups of people socializing in bares with beers or fancy drinks, lasts until 3:00/4:00 am, whether it’s Friday or Monday! This bohemian environment of good disposition and social interaction made me enjoy even more this city, but when choosing your hotel, you may want to avoid the heart of these districts, otherwise, it is better for you to take ears protection to get a good night’s sleep.

 

 

La Grosse Cloche

Igualmente digna de ser visitada é a torre sineira La Grosse Cloche, que marca o ritmo da cidade desde o século XVIII. Parem um pouco e observem os detalhes dos relógios de ambos os lados da torre, estes são diferentes!

Equally worthy of being visited is the bell tower La Grosse Cloche, which marks the rhythm of the city since the 18th century. Stop a little and admire the details of the clocks on both sides of the tower, they are different!

 

 

Place de la Bourse/Le Miror d’eau

À noite aconselho irem ao Espelho de Água (“Le Miroir d’eau”) em frente à Place de la Bourse. Para além do emblemático edifício ser a imagem na maioria dos postais de Bordéus, consegue-se fotografias maravilhosas quando a água do espelho está no seu nível máximo e não há vento. Infelizmente, não conseguimos perceber de quanto em quanto tempo ou a que horas exactas é que o Espelho de Água começava a encher.

At night I advise you to go to the Water Mirror (“Le Miroir d’eau”) in front of Place de la Bourse. Apart from the emblematic building being the image on most Bordeaux postcards, you get wonderful photographs when the mirror water is at its maximum level and there is no wind. Unfortunately, we couldn’t understand from when to when or at what exact time the Water Mirror reach its maximum level.

 

 

 

2º Dia| 2nd Day

 

Place de la Bourse

Começamos o segundo dia por onde terminámos o primeiro. De dia, a Place de la Bourse também tem a sua magia. Se o dia estiver quente, provavelmente irão ver miúdos e graúdos a refrescarem-se nos esguichos de água do Espelho de Água.

We started the second day as we finished the first. By day, Place de la Bourse has also its magic. If the day is hot, you’ll probably see kids and adults refreshing themselves in the splashing waters of the Water Mirror.

 

 

Place de Quiconces e Monument aux Girodins

Continuando pelas margens do rio, mas desta vez na direcção contrária de Pont Pierre, vão aparecer duas grandes colunas que dão as boas vindas para a grande praça aberta de Quiconces, testemunho da revolução francesa nesta cidade. Este monumento, dedicado ao Girodinos, consiste num grande pilar localizado no fundo da praça e por uma fonte em seu redor. Muitas vezes esta grande praça acolhe feiras de artesanato e de comida. Infelizmente, não foi o nosso caso.

Continuing on the banks of the river, but this time in the opposite direction of Pont Pierre, it will appear two great columns that welcome you to the large open square of Quiconces, a testimony of the French revolution in this city. This monument, dedicated to Girondins, consists of a large pillar located at the bottom of the square and by a fountain around it. Often this large square hosts handicraft and food fairs. Unfortunately, this was not our case.

 

 

Triangle d’Or

Perto da Place de Quiconces encontra-se o Triangle d’Or, constituído por três avenidas, e onde há muito comércio e actividade. A arquitectura dos edifícios emana nobreza, pois esta é também a parte mais rica da cidade e onde se localizam as lojas de vestuário de luxo e joalheiras.

Near Place de Quiconces is the Triangle d’Or, consisting of three avenues, with many commercial activities. The architecture of the buildings emanates nobility, as this is also the richest part of the city and where luxury clothing and jewelry stores are located.

 

Grand Théâtre de Bordeaux

A Ópera Nacional de Bordéus é um dos pontos turísticos mais visitados. Com uma arquitectura muito “à la francesa”, só a estrutura exterior é de ficar com os olhos a brilhar, mas quem foi lá dentro diz que o interior é ainda mais impressionante. Ao redor da Ópera encontram-se várias ruas comerciais, cheias de lojas e restaurantes de comida internacional, onde poderão parar para almoçar. Ou então, podem optar por o fazer no Darwin Eco-système, uma espécie de Lx Factory lá do sítio, composto por restaurantes, bares, um parque de skate, uma zona dedicada a “street artists”, entre outros.

The National Opera of Bordeaux is one of the most visited tourist spots. With a “very French” architecture, only by the exterior structure, you’ll be fascinated, but whoever went inside says the interior is even more impressive. Around the Opera House, you will find several shopping streets, full of shops and international food restaurants, where you can stop for lunch. Alternatively, you can choose to go to Darwin Eco-système, an Lx Factory (in Lisbon) of Bordeaux, consisting of restaurants, bars, a skate park, an area dedicated to street artists, among others.

 

 

Cité du Vin

Como o nome indica, este museu é unicamente dedicado ao vinho, uma homenagem à vinicultura tão presente nesta região da França. O museu, bastante moderno, tem uma fachada muito peculiar parecida a um decantador de vinho e oferece muito mais do que uma simples visita. É uma experiência interactiva visual, olfactiva e gustativa, onde se aprende as implicações da variedade de uva, da escolha entre a fermentação em barricas de madeira, vidro ou inox nas características do vinho, entre outras mil e uma coisas. O bilhete, apesar de ser um pouco caro (20€ por pessoa), permite o acesso ao piso do terraço, onde vocês provam um vinho à vossa escolha enquanto apreciam a vista da parte mais moderna da cidade.

As the name implies, this museum is solely dedicated to wine, a tribute to the winemaking so present in this region of France. The museum, quite modern, has a very peculiar facade resembling a wine decanter and offers much more than a simple visit. It is an interactive visual, olfactory and gustatory experience, where you learn about the implications of the grape variety, the choice between the fermentation in wooden barrels, glass or stainless steel in the characteristics of wine, among a thousand and one more things. The ticket, despite being a little expensive (€ 20 per person), allows access to the terrace floor where you taste a wine of your choice while enjoying the view of the most modern part of the city.

 

 

 

3º Dia| 3rd Day

Caso sejam amantes de vinhos, não devem perder a oportunidade para fazer uma excursão até à Villa de Saint-Emilion, a 30min de comboio de Bordéus. Aqui poderão visitar as vinhas, castelos antigos, as adegas responsáveis pelos vinhos mais famosos de França e degustar o reclamado “néctar dos deuses” em provas sensoriais de vinho. Se preferirem, podem deslocar até o escritório de turismo de Bordéus que organiza visitas com direito a degustação.

If you are a wine lover, you can’t miss the opportunity to do a tour to Saint-Emilion, located 30 minutes by train from Bordeaux. There you can visit the vineyards, ancient castles, the wineries responsible for the most famous wines in France and taste the so-called “nectar of the gods” in sensory wine tastings. If you prefer, you can travel to the Bordeaux tourism office which organizes tasting visits.

 

Dicas|Tips:

#1

Existem duas opções para ir do aeroporto ao centro da cidade de Bordéus: Através do autocarro 1+, onde cada bilhete custa 1,60€ e demora cerca de 45 min ou através do Bordeaux Airport Shuttle, um autocarro directo do aeroporto para a Gare de Saint-Jean, cujo bilhete custa 8€ e demora 30 min. Não vi motivos para terem de escolher a última.

There are two options to get from the airport to the city center of Bordeaux: By bus 1+, where each ticket costs € 1.60 and takes about 45 minutes or via the Bordeaux Airport Shuttle, a direct bus from the airport to Gare de Bordeaux Saint-Jean, whose ticket costs 8 € and takes 30 min. I saw no reason to choose the last one.

 

#2

O passe para 1 dia custa 4,60€ e dá acesso a transfer (de uma margem para a outra do rio), autocarro e eléctrico. Contudo, como a cidade visita-se facilmente a pé se levarem calçado confortável, talvez só necessitam de comprar para o 2ºdia se decidirem ir até ao Darwin Eco-système.

The 1-day pass costs 4.60 € and gives access to a transfer (from one bank to the other), bus and tram. However, as the city is easily visited on foot if you wear comfortable footwear, you might only need to buy the pass for the 2nd day if you decide to go to the Darwin Eco-système.

 

#3

Os monumentos costumam fechar às 17h30/18h, por isso é melhor visitar logo pela parte da manhã ou depois de almoço.

The monuments usually close at 5.30 pm / 6 pm, so it’s best to visit early in the morning or after lunch.

 

#4

Os distritos de Saint Pierre e Saint Michel têm uma vida nocturna bastante, assim recomendo escolherem hotéis fora destas zonas.

The districts of Saint Pierre and Saint Michel have quite a nightlife so I recommend choosing hotels outside of these areas.

 

Espero que depois de terem lido este post, fiquem com vontade de irem visitar Bordeus porque vale muito a pena.

I hope after you have read this post, you have the curiosity to visit Bordeaux because it’s very worthy.

 

Beijos!|Kisses!

A.

 

P.S. Já subscreveste? Insere o teu e-mail e és notificado cada vez que temos novidades! Também estamos no instagram em @triodavidairada e no facebook.

P.S. Have you subscribed? Insert your email and you will be notified every time we have news! You can also follow us on Instagram @triodavidairada and on facebook.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *