Um dia em Milão | Milan in one day

Um dia em Milão | Milan in one day

Tal como já vos tinha contado, fui visitar uma amiga a Itália durante um fim de semana prolongado. Ela está em Bolonha a fazer Erasmus, e eu e o meu namorado tínhamos apenas 4 dias para estar em Itália. Quisemos aproveitar esses dias ao máximo, por isso, e dado que os voos de ida eram mais baratos para Milão do que para Bolonha, decidimos para Milão, ver a cidade logo no primeiro dia, seguir para Bolonha de comboio e alugar um carro em Bolonha. No total, o nosso percurso foi o seguinte: Milão –> Bolonha –> Mântua –> Lago de Garda –> Verona –> Veneza –> Bolonha. Percorremos cerca de 820Km, andámos mais de 60km a pé, visitámos seis cidades e tirámos muuuuitas fotos! Mas hoje só vos vou falar de Milão 🙂 Aproveitámos a cidade o máximo que pudemos e penso que percorremos os pontos principais da cidade.

I have told you before that my boyfriend and I went to Italy for a long weekend to visit a friend of ours. She is doing Erasmus in Bologna and we had four days to enjoy. We wanted to take the most out of these four days, and, also because the flights were cheaper to Milan, we decided to go to Milan first, see the city on our first day, go to Bologna by train and then rent a car in Bologna. Our circuit through those four days was something like this: Milan –> Bologna –> Mantova –> Lago di Garda –> Verona –> Venice –> Bologna. We did about 820Km, we walked by foot more than 60Km, we visited six cities and we took a lot of photos! However, today I am only going to tell you about Milan 🙂 we enjoyed this city as much as we could and I think we were on the main spots of the city.

Foto de Pedro Azevedo

Na verdade nós chegamos a Milão no dia anterior à noite. Marcámos um hotel bem perto do aeroporto de Milão (que ainda fica a uns 50km do centro da cidade) e no dia seguinte acordámos bem cedinho para apanhar o comboio até ao centro da cidade. Pagámos 23€ pelos dois e parámos numa das estações mais centrais: Milano Cadorna. A partir daí foi sempre a andar! Eis o percurso que fizemos:

In fact, we arrived in Milan late in the day before. We booked a hotel nearby the airport (it is about 50km away from the center of the city) and the next day we woke up really early in the morning to catch a train to the city center. We payed 23€ for both of us and stopped at one of the main central train stations of Milan: Milano Cadorna. From there we walked all the way! Here is the path we followed:

 

Castello Sforzesco

Este castelo fantástico fica situado mesmo ao lado da estação Milano Cadorna, por isso acabou por ser a nossa primeira paragem. É a porta de entrada para o Parco Sempione, um dos maiores parques da cidade. Entrar nas muralhas e espaços ao ar livre do castelo é gratuito, mas se quiserem visitar alguma exposição ou galeria já terão de pagar. À volta dos muros existem pequenos lagos e, passando as várias alas, chegamos ao grande parque onde, lá bem ao fundo, vemos o Arco da Paz ou Porta Sempione, que é na verdade uma das portas de entrada na cidade de Milão. O parque é super agradável para passear e estar em contacto com a natureza no seio desta cidade tão agitada. Tem lagos, tem ruínas, tem animais e muitas pessoas a passear e a fazer o seu desporto.

This amazing castle is located right next to Milano Cadorna station, so that was why it ended up being our first stop in Milan. The castle is also the main entrance for the Sempione Park, one of the largest’s of the city. Getting in the castle and its walls is free, so you only have to pay for visiting an art gallery or something else inside the castle. Walking through the castle, we enter the park, at the end of which we can spot the Arch of Peace or Porta Sempione, which is a city gate. The park is super friendly, full of green spaces, lakes, animals, people walking by or doing their jogging.

Duomo

Damos a volta ao parque e saímos pela porta principal do Castello. Seguindo sempre em frente pela Via Dante, vamos ter à praça onde está a tão famosa Duomo (ou Catedral) di Milano. Esta praça é capaz de estar tão cheia de turistas quanto de pombos, alimentados propositadamente para que os turistas possam tirar fotografias…. A entrada na catedral é paga, e as filas (para os bilhetes e para entrar) são tão grandes que, tendo em consideração o tempo que tínhamos, acabámos por não entrar. Dizem que é linda por dentro e que a vista lá de cima é espantosa! Fica para uma próxima, mas vista de fora é mesmo espetacular 😛

We go around the park and leave through the main door of the Castle. Following all the way through Via Dante, we end up at the square where famously sits the Duomo (or Cathedral) di Milano. This square has as much tourists as pigeons, fed up by the former to be able to take a few “typical” pictures…. If you want to go inside the cathedral, you’ll have to pay a fee, however the lines (both for tickets and entrance) are so big (and given the time we had to see Milan) we gave up and left. They say it is beautiful inside and that the view on top is amazing! Maybe we’ll visit it next time, but we can say for sure that the outside is amazing 😛

Foto de Pedro Azevedo
Foto de Pedro Azevedo

Galleria Vittorio Emanuele II

Estas galerias são o outro grande marco turístico de Milão. Uma das entradas dá para a praça da catedral, pelo que entrámos por aí e percorremos as galerias de ponta a ponta. A arquitectura é linda, cheia de cor e de vida, e é aqui neste espaço que estão as lojas mais caras e fancy do mundo da moda. Há também outro marco, aqui nestas galerias, que os mais supersticiosos não vão querer perder. No chão podemos encontrar um touro em mosaico, e reza a lenda que se colocarmos o calcanhar nos “tintins” do boi e rodarmos 3 vezes sobre o nosso calcanhar, teremos sorte na nossa vida. Se é verdade, ou não, não sabemos, mas pelo sim, pelo não, assim o fizemos 😀 Para o nosso almoço, fomos a um café perto das galerias chamado Panzerotti Luini. Descobri este sítio no blog de uma rapariga italiana e que dizia ser o melhor sítio para comer panzerottis, uma especialidade milanesa. Trata-se de um folhado frito ou feito no forno, recheado com os mais variados ingredientes. Eu pedi o de mozzarella e tomate e estava meeeeeesmo bom!

These galleries are, along with the Duomo, the other must see of Milan. We got in the galleries through the duomo square and walked by the fanciest stores of the fashion world. The architecture is amazing, full of color and life. On the galleries’ floor we can find a bull. The myth says that you have to put your heel on top of the bull’s balls and spin three times to have good luck for life. We don’t know if the myth is true, however we still did it 😛 For lunch we went to a small restaurant nearby called Panzerotti Luini. I found this place on an italian girl’s blog, where she said it was the best place in town to eat panzerottis, a milanese specialty. I ordered one of tomato and mozzarella and it was very good!!

Brera

Brera não é propriamente um monumento nem um parque. É um bairro de Milão mais jovem e agradável de se passear. Passámos apenas nas ruas principais e acabámos por não a explorar como deveríamos, por isso não há muito que vos possa falar sobre esta zona. A não ser que ao caminharem vão encontrar locais tão incríveis como o que vos mostro na foto em baixo, uma espécie de universidade/cinemateca incrível! Fomos em direção ao Jardim Público Indro Montaneli, um jardim mais pequeno que o do Castello Sforzesco, e que deu para descansar as pernas dos muitos quilómetros já percorridos.

Brera is neither a monument nor a park. It is a young neighbour of Milan, very pleasant to walk by. We never explored this place as well as we liked, however we did pass through the main streets all the way to the public garden of Indro Montaneli, and even found out places like the one on the photo. Indro Montaneli garden is a smaller park, when compared with Castello Sforzesco, but we could see a lot of people jogging and playing with their dogs. We could rest our feet from the great amounts of kilometers we already did.

Foto de Pedro Azevedo

Naviglio Grande

Neste ponto do nosso dia, tínhamos ainda 3h30 até ao nosso comboio para Bolonha, por isso decidimos apanhar o metro e ir até à outra ponta da cidade ver o último grande must see de Milão: o Naviglio Grande. Trata-se de um grande canal de água que atravessa parte da cidade. É um sítio muito giro para passear e ver uma paisagem totalmente diferente daquela a que Milão nos habituou. Claro que nos sentámos e tirámos fotos pirosas e românticas, mas o sítio não pedia menos que isso 😛 Por fim, apanhámos novamente o metro, desta vez em direção à estação de comboios Milano Centrale. É das maiores estações de comboios da Europa e é linda por dentro e por fora (os italianos não brincam com estas coisas eheh)! Já tinhamos comprado os nossos bilhetes online, por isso foi só aguardar pela linha e seguir viagem para Bolonha.

At this point of our day, we still had 3h30 until our train to Bologne, so we decided to take the subway to the opposite side of the city and go to our final attraction of Milan: Naviglio Grande. This is a big canal of water that goes through part of the city. This location is very good to take walks and see a totally different sight of the city. Of course we sitted on the shore and took several cheesy romantic photos, but the spot required that much 😛 At last, we took the subway once again, towards the main train station of Milan: Milano Centrale. This is the biggest train station of Europe and is gorgeous inside and out! We had our tickets bought online the day before, so we just had to wait for the line and move on to Bologne.

 

Dicas | Tips

#1

Garantam que têm transfer do aeroporto para o vosso hotel. Sabíamos que íamos chegar bastante tarde e por isso mesmo marcámos um hotel perto do aeroporto de Malpensa. Quão difícil seria apanharmos boleia até ao hotel, certo? Errado! Esperámos duas horas por um táxi (a UBER não funciona ali), apenas para o taxista se recusar a levar-nos ao hotel e dizer-nos que teríamos de apanhar um táxi noutro sítio. Fomos até esse sítio, e depois de 15 minutos de espera decidimos ir a pé até ao hotel. Foi meia hora em passo rápido, mas aprendemos a lição 😛

Make sure you have a transfer from the airport to the hotel, especially if you are arriving late in the evening. We knew we were arriving very late, so we booked a hotel nearby the Malpensa airport. How hard would it be to get a drive there, right?! NO! It was a nightmare. We waited for two hours for a taxi (UBER doesn’t work there), just for the driver to refuse to get us to our hotel and that we had to catch a taxi on a different location. We went there, no sign of any taxi for 15min. Decision of 3am?! Walk fast for 30 minutes. We were mad, but we learned our lesson 😛

 

#2

Sempre que possível, comprem bilhetes online. Seja para entrar em monumentos, seja para transportes como os comboios. Além de pouparem nas filas, podem conseguir encontrar promoções.

As much as possible, buy your tickets online. Be it to enter a monument or to get a train ticket. Besides avoiding waiting lines, you can always be lucky enough to find promotions and save some money.

 

#3

Estejam atentos aos recantos das cidades Italianas. Em Milão não se vêem tantos assim, até porque é uma cidade mais cosmopolita, mas em muitas cidades do Norte de Itália, vão encontrar pátios interiores lindos de morrer!

Be aware of all the little hidden places of italian cities. In Milan you won’t find as much as in other cities in the northern Italy, but if you pay attention will you find hidden gems all over the place!

 

#4

Estudem bem o percurso que querem fazer. Principalmente quando se tem pouco tempo para se visitar uma cidade, torna-se importante planear o circuito que queremos fazer, de forma a conseguirmos aproveitar a cidade ao máximo! Eu sabia que havia locais por onde fazíamos alguma questão de passar, por isso o nosso roteiro foi planeado em volta desses sítios.

Get a good look at the city map before you go. If you are staying for a short period of time, planning your trip is a priority to make sure you will get the most out of it! We knew there were places and monuments we didn’t want to miss, so our itinerary was built around those places 😛

xoxo,

P.

 

P.S. Já subscreveste? Insere o teu e-mail e és notificado cada vez que temos novidades! Também estamos no instagram em @triodavidairada e no facebook.

P.S. Have you subscribed? Insert your email and you will be notified every time we have news! You can also follow us on Instagram @triodavidairada and on  facebook.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *