Portugal à Lupa: BioRia Estarreja

Portugal à Lupa: BioRia Estarreja

O fim do mês está a chegar e se o vosso mês foi parecido com o meu devem estar a pensar: “Espera, ainda agora era Fevereiro 🤨…”. Mas não se preocupem, fim do mês significa Portugal à Lupa aqui no Trio, por isso ainda podem acabar o mês a visitar sítios que ainda não conhecem! Hoje trago para os vossos ecrãs uma gema escondida no centro de Portugal, o BioRia Estarreja.

The end of the month is near and if your month was anything near mine, you’re sitting there thinking that yesterday was February still 🤨. But worry not! The end of the month means the Trio’s travel series is back! Portugal à Lupa is where we feature a new corner of Portugal every month. It could be a place, park, city, coffee shop, museum, you name it.  So you can end the month getting to know (and maybe visiting) places you haven’t heard or seen before! Today I bring a gem hidden in the centre of Portugal, the BioRia Estarreja.

 

 

O BioRia Estarreja é um projecto desenvolvido pelo Município de Estarreja e oferece uma rede de percursos pedestres e clicáveis pela Ria de Aveiro. O Centro de Interpretação Ambiental situa-se em Salreu, no início do percurso com o mesmo nome, e é onde podem alugar bicicletas para fazer o percurso que mais vos agrada. Podem alugar bicicletas por 1 hora (1 €), meio dia (2 €) ou por um dia inteiro (3 €). Podem também alugar binóculos, audio-guias e até kayaks que podem ser usados na Ria (dependendo das marés).

BioRia Estarreja is a project developed by the Municipality of Estarreja and it offers a network of both footpaths and bicycle paths along the Ria of Aveiro. The Environmental Interpretation Centre is located in Salreu, in the beginning of a footpath by the same name, and there is where you can rent the bicycles to ride on the path of your choosing. You can rent them for one hour (1 €), half a day (2 €) or a whole day (3 €). You can also rent binoculars, audio-guides (also available in English) and even kayaks that can be used depending on the tide.

 

 

Existem 7 percursos assinalados para descobrir, todos de diferentes graus de dificuldade e distâncias. Este que vos mostro primeiro é o percurso de Salreu, com cerca de 8 km de comprimento. Ao longo deste percurso existem algumas mesas e bancos, perfeitos para um picnic, para além de vários observatórios que são excelentes para a fotografia e observação de aves.

There are 7 paths to discover, all of them of different difficulty levels and distance. This first one I’m showing you is the Salreu path, with about 8 km. Along this path, you can find tables and chairs, which is perfect for a picnic, and also a few observatory towers, which are excellent for both photography and bird watching.

 

 

Aqui em casa, quando sentimos a falta de ar fresco, o BioRia é o nosso lugar de eleição. O aluguer de bicicletas é tão acessível e a paisagem é inacreditável. Este dia estava tão cinzento e a ameaçar chuva e mesmo assim, conseguimos fotos espectaculares, principalmente destas nuvens cinzentas que parecem algodão! Levámos um picnic e conseguimos aproveitar um dia que acabou por ser lindo.

Here at home, when we’re missing the fresh air, the BioRia is where we go. Bicycle renting is incredibly cheap and the landscape is unbelievable. The day when we took these photos was so grey and it threatened to rain and still, our shots came out so beautiful, specially the ones with these cotton looking grey clouds. We had a picnic in one of the tables and managed to take advantage of this day that turned out to be quite nice.

 

 

No segundo dia, fomos surpreendidos pelo sol e céu azul, por isso aproveitámos para visitar o percurso Rio Jardim. Este é o percurso mais pequeno com cerca de 2 km e só pode ser feito a pé. É um percurso ao longo da ribeira por isso, não é aconselhado no Inverno pelo perigo de estar alagado, mas na minha opinião, é um dos mais bonitos.

On the second day, we were surprised by blue sunny skies so we took advantage by visiting the Rio Jardim path. This is the smallest of the bunch with about 2 km and can only be done by foot. It’s a path along the riverside so it’s not advisable in the winter due to flooding, but in my opinion, it’s one of the most beautiful.

 

 

Os percursos estão sempre acompanhados de placas informativas que nos mostram qual a biodiversidade que podemos encontrar nestes habitats, mas a inquilina mais comum é definitivamente a Cegonha-branca (Ciconia ciconia). Neste dia, tivemos a sorte de fotografar também uma Garça-real (Ardea cinerea) e de avistar muitas outras espécies! É um sítio que vale a pena conhecer e apoiar, especialmente pela requalificação de habitats degradados de que foram responsáveis e pela dinamização dos recursos que temos cá no país. É um lugar a não perder para apanhar um pouco de ar puro 😉

Along the paths you can find informative boards that show us what species we can find through these habitats but the most common tenant is definitely the White Stork (Ciconia ciconia). On this day, we were lucky enough to photograph a Grey heron (Ardea cinerea) and spot many other species! It’s a place definitely worth visiting and supporting, especially for the degraded habitat requalification for which they are responsible and for raising awareness to the beauty and resources present in our country. It’s a place that you can’t miss to catch a bit of fresh air 😉

 

 

E vocês já conheciam a BioRia? Como é que aproveitam o ar fresco aí por casa? Contem-nos tudo! E se têm sugestões de sítios super giros que nem toda a gente conhece, partilhem-nos connosco 😉

How abou yout? Did you know about BioRia? How do you enjoy the fresh air? Tell us about it! And if you have any places you think are worth a visit, share them with us 😉

Boas viagens,

Happy travels,

J.

 

P.S.  Podem encontrar mais informações sobre horários, recursos e actividades no site do BioRia e segui-los no intagram em @bioriaestarreja e no facebook.

P.S. You can find more information about schedules, resources and activities on the BioRia website and follow them on instagram @bioriaestarreja and on facebook.



1 thought on “Portugal à Lupa: BioRia Estarreja”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *